Como a Moda com Impacto Social pode transformar o mundo

Atualizado: 10 de jun.

Marcas que apoiam projetos sociais podem ser a chave para uma sociedade mais empática e colaborativa.



Já pensou que seu dinheiro pode valer mais do que o produto que você recebe em troca? Hoje, muitas marcas entenderam a importância de ter um propósito além das vendas, além da criação de produtos, coleções e serviços. Por isso, elas escolhem projetos que estejam alinhados com a sua essência e propósito para doar percentuais das vendas e/ou apoiar de diversas formas, seja com produtos, divulgação e até capacitação e mentorias.


Mas por quê essa tendência está aumentando?

O mundo está caminhando numa direção cada vez mais incerta, novas guerras, novos vírus, novas problemáticas que nos atingem e nos colocam de cara com uma realidade complexa e difícil, e também nos fazem olhar para dentro, numa conversa íntima com nós mesmos. Então, a pergunta que ressoa é: o que estou fazendo para deixar o mundo melhor? E o que estão fazendo os outros (pessoas e marcas)?


Com a vida agitada que levamos hoje, é difícil ter tempo disponível para dedicar na busca de projetos sociais que possamos apoiar. Mesmo sendo muito fácil fazer um simples Pix do valor desejado para qualquer ONG, a realidade é que não é uma prática comum. Mas isto não significa que não esteja latente em nós o desejo de fazer a diferença.

Muitas marcas perceberam esse desejo dos consumidores e começaram a criar parcerias com projetos sociais, ONGs e grupos de pessoas que estão trabalhando para tornar o mundo um lugar mais justo e gentil, facilitando a vida dos seus clientes que, ao mesmo tempo que compram os produtos que precisam, estão fazendo uma boa ação, porque compram esses produtos de marcas que estão alinhadas com seus próprios valores.


A era do consumo individualista está acabando?

Estudos recentes falam que 44% dos consumidores escolhem produtos e marcas com base em como eles se alinham aos seus valores, direcionados pelo propósito, segundo estudo do IBM Institute of Business Value.


Por isso as marcas com propósito claro e concreto, que além de oferecer produtos de qualidade a um preço justo, se preocupam com o seu impacto no mundo, seja social, ecológico, económico e/ou cultural, estão um passo à frente na hora da verdade.


Porém, existe ainda uma grande quantidade de consumidores que não se importa com o impacto da sua compra, o que prioriza preço, seja por limitações financeiras ou porque preferem consumir mais, de marcas que ainda exploram força de trabalho em países subdesenvolvidos ou que não fazem nenhuma ação na comunidade além de produzir e comercializar produtos e serviços.


O esperado é que o número de consumidores conscientes aumente, como tem aumentado nos últimos anos.


O crescimento do mundo digital ao nosso favor

A tecnologia é um grande aliado de marcas e consumidores com propósito. Hoje é muito mais fácil achar marcas do bem com uma busca no Google ou visitando market places que agrupam marcas que trabalham dentro desse conglomerado de valores: sustentabilidade ambiental, responsabilidade trabalhista, impacto social, transformação cultural, apoio das minorias, entra outros.


Sites como Coletivx, Abita, Bhaloo, Atlantikos, Ambedu e outros, trabalham exclusivamente com marcas sustentáveis e éticas. Dentro desses e-commerces o consumidor pode escolher produtos de diversas marcas de um jeito fácil. São sites que contam com uma curadoria e também capacitam o consumidor para escolher do jeito certo e entender a importância do consumo consciente.


A importância da coerência entre a marca e seu impacto no mundo

Nas marcas, as equipes têm um grande desafio: queremos aumentar nosso impacto positivo no mundo, mas como fazer isso de um jeito que faça sentido para o nosso cliente? Afinal ele que tomará a decisão final de compra.


Um bom exemplo é o caso da Impacto Activewear Sustentável, uma marca de moda fitness sustentável localizada em São José dos Campos, SP. A Florencia, criadora da marca que nasceu no meio da pandemia, tinha essa missão desde o lançamento: ser uma marca sustentável com impacto ecológico, cultural e social. Inicialmente o impacto social estava focado nas pessoas que forem produzir as peças, era fundamental que eles tivessem condições justas de trabalho e salário. Foi assim que ela se preocupou em encontrar fornecedores certificados e visibilizar os reais protagonistas da moda, mostrando os rostos dos trabalhadores, nas mídias sociais (com prévia autorização), e desta forma valorizar o trabalho dos verdadeiros heróis da indústria da moda. Ela se apoiou na campanha #EuFizAsSuasRoupas da Fashion Revolution.


Mas o tempo passou e a Florencia entendeu que produção ética não era mais que o básico que todas as marcas de roupa deveriam garantir. Foi então que ela começou a procurar projetos sociais que estejam alinhados aos valores da marca. Após algumas pesquisas, ela encontrou uma ONG do Rio de Janeiro, a Empodera, que trabalha empoderando meninas e jovens mulheres em situação de vulnerabilidade social, através do esporte, nas favelas do Rio. (conheça mais da parceria aqui)


Tudo se encaixava perfeito: uma marca de moda esportiva sustentável apoiando uma ONG que transforma vidas através do esporte. Foi assim que a parceria surgiu e, a partir de Janeiro 2022, todos os clientes que compram produtos da Impacto estão apoiando a Empodera, fortalecendo um projeto que ajuda mulheres brasileiras a terem um futuro melhor, pois 5% do faturamento da marca é doado para a ONG.


E você, quais marcas consome?

Agora que você pensou mais concretamente na possibilidade de fazer seu dinheiro valer mais do que um produto, como será a sua próxima compra? Ela irá promover uma mudança neste mundo que precisa tanto da nossa ajuda?



Escrito por

Equipe Impacto


Fonte:

https://forbes.com.br/

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo