Como manter a motivação para malhar em casa?

Quem não procrastinou um treino sozinho ou online desde que começou a pandemia? Conheça alguns truques para manter a motivação e continuar se exercitando mesmo portas adentro.


Foto de Ketut Subiyanto no Pexels


Quando sair de casa para treinar deixou de ser uma possibilidade, milhares de treinos e professores online surgiram para nos salvar de uma vida sedentária iminente. Que legal que a tecnologia virou a nossa aliada e facilitou o acesso ao esporte para muitas pessoas que até então eram sedentárias.


Pois é! A realidade, por incrível que pareça, é que para muitos, a pandemia trouxe menos sedentarismo que a vida pré-coronavirus, muitos de vocês tiraram do armário aquela legging, aquele top ou shorts que alguma vez compraram, mas ainda nem tinham estreado. Mesmo assim, após alguns meses, para algumas pessoas fica difícil manter aquela motivação do começo, afinal ir na academia ou sair de casa para treinar tem seu lado social, encontrar amigos e colegas num ambiente diferente e novo.


Ficar muito tempo em casa faz com que tudo se torne um pouco repetitivo, já sentiu que todos os dias parecem os mesmos e que fica difícil saber em que dia da semana você está vivendo?


Mas a boa notícia é que existem técnicas para manter a motivação e continuar com aquele treininho portas adentro que faz tanto bem para você. Esperamos que possam te ajudar até a vacina chegar, e sermos livres para sair com segurança, retomando as nossas atividades fora de casa:



Treine todos os dias


Está cientificamente comprovado que quando uma atividade vira hábito, fica muito mais fácil. Existe uma explicação neurológica: o nosso cérebro prefere realizar as tarefas já conhecidas. Há um gasto menor de energia porque tais atividades já estão “gravadas” e, portanto, não necessitam de planejamento.


Por isso, se conseguirmos incorporar o hábito de treinar todos os dias, alguns cientistas falam que após 21 dias de repetição isso seria possível, outros falam que só após 66 dias, será mais fácil manter nossos treinos e motivação.



Não se compare com os outros, se inspire!


Admirar pessoas que estão no pique pode ser bom, se serve para nos inspirar, mas cuidado!: se a admiração virar comparação pode ser prejudicial para a nossa motivação. Afinal, cada corpo, cada vida, cada história é única, e você não sabe quanto esforço a pessoa que você tanto admira está fazendo também. O primeiro erro está em pensar que os outros podem e eu não, que para os outros é mais fácil e para mim não. O melhor pensamento é: se ele pode, eu também!


Seja gentil com você


Se um dia realmente não dá, então aceite, se respeite e entenda. E saiba que todos os dias começam e terminam, e amanhã será um novo dia, uma nova oportunidade para continuar com seus objetivos.


Use a roupa adequada


Pode parecer bobagem, mas as roupas escolhidas para treinar podem fazer muita diferença na sua experiência. Escolha, sempre que puder, roupas esportivas (e se forem roupas esportivas sustentáveis, melhor ainda!). Tecidos leves, respiráveis e macios, como a poliamida, irão te proporcionar conforto e funcionalidade, para mexer seu corpo livremente.

Se ainda não tiver a roupa apropriada para treinar, pode ser muito motivador adquirir algumas peças, você irá se sentir mais preparado e esportista, pronto para encarar o novo desafío.



Coloque objetivos fáceis, vá aos poucos


Não adianta querer dar passos muito longos, nem desesperar por querer ver resultados rapidamente. Se seu objetivo está lá longe, a frustração provavelmente chegará antes. Se você coloca objetivos a curto prazo, você estará constantemente alimentando a sua motivação, você se sentirá poderos@ e produtiv@. Metas possíveis, pensando na sua realidade e não na realidade de fulano ou ciclano, mas metas que possam te levar até onde você quer chegar, devagar, mas sem pausa.


Procure companhia


É difícil encontrar motivação para treinar sozinho, poucas pessoas conseguem. Somos seres sociais, gostamos de fazer atividades com mais pessoas, isso está no nosso DNA. Então procure companhia, procure ajuda de um treinador ou treinadora com CREF, participe de aulas coletivas online, faça parte de grupos de treino para trocar ideias, dicas e experiências dos treinos, compartilhe stories mostrando para seus amigos que você está treinando, com certeza irá motivar alguém, receberá elogios e ao mesmo tempo sentirá que está criando um compromisso com eles para não desistir. Motive aos outros e se deixe motivar também.


Se não gosta do treino, troque


Um erro grave é insistir com exercícios e atividades que não curtimos. Esporte tem que ser sim para curtir. E assim como gostamos de uma comida ou outra, de uma pessoa ou outra, de uma roupa ou outra, gostamos de um tipo de treino ou outro. Existem muitos tipos de atividades: dança, treinamento funcional, yoga, pilates, spinning, etc. Todos os tipos de treino são válidos.

Não curtiu? Vai pro próximo! Uma hora você acha o melhor para você.



E não esqueça, o esporte é para tod@s, se você acha que não é para você, você simplesmente não achou ainda o seu!


Escrito por,

Equipe Impacto



Referências:


https://amenteemaravilhosa.com.br/

https://revistagalileu.globo.com/

https://g1.globo.com/


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo