Lixo nas praias brasileiras

Dados alarmantes nos mostram a realidade do lixo jogado nas praias


Photo by Lucien Wanda from Pexels


Jorge Ben foi implacável ao dizer que mora num país tropical, abençoado por deus e bonito por natureza. Mas será que a frase não deveria terminar com “e destruído por alguns seres humanos” ? Pode parecer exagero, porém quando nos deparamos com os dados referentes a quantidade de lixo que nossas praias recebem o final da frase pode fazer mais sentido.


Nós aguardamos ansios@s pelo verão, para poder viajar e aproveitar praias que só um país como o nosso pode oferecer. Entretanto, alguns dados mostram que o turismo irresponsável é o grande causador do lixo gerado e deixado nesses lugares. Você sabe em que consiste a maior parte do lixo? São bitucas de cigarro. Segundo a pesquisa liderada pelo projeto Lixo Fora D´água, a cada trecho de 8 quilômetros foram encontradas aproximadamente 200 mil bitucas de cigarro.


Mas, infelizmente, não são apenas bitucas encontradas nas praias. Segundo a plataforma Hypeness “ Somente no verão 2020 – que ainda não acabou, fora as 200 mil bitucas de cigarro, foram encontrados 15 mil lacres, tampas e anéis de lata, 150 mil fragmentos de plásticos diversos, 7 mil palitos de sorvete e churrasco e 19 mil hastes plásticas de pirulitos e cotonetes.” O resultado mais triste disso pode parecer que são as praias impróprias para banho, mas o problema vai além: esse lixo interfere em toda vida marinha, afeta os animais que se alimentam dessas formas de vida e prejudicam absolutamente toda cadeia alimentar e saúde do planeta, afinal, está tudo conectado.


Enquanto parte da população não aprende a cuidar das praias, cuidando do seu próprio lixo, ONGs importantíssimas como Guardiões do Mar fazem um trabalho que deve ser conhecido, prestigiado e respeitado. Em sua agenda, eles têm atividades como visitar escolas conscientizando alunos sobre descarte e reciclagem de resíduos. Além disso, o lixo recolhido pelos catadores da ONG é tratado para que tenha novos usos, como por exemplo, as aparas - que são sobras de papel, jornal, alguns filmes plásticos - sendo reciclados e tratados por comunidades locais e passam a ter novo valor comercial. Um exemplo disso são as etiquetas, ou também conhecidas como tag de marca, como as que IMPACTO usa.


Entenda seu papel e aprenda a fazer sua parte. Informe-se para saber como cuidar melhor do nosso planeta e das nossas tão admiradas praias.


Nesse verão, mais do que nunca, cuide do seu entorno.


Escrito por,

Equipe Impacto


Referências:

https://pt-br.facebook.com/pg/guardioesdomar/about/?ref=page_internal

http://projetouca.org.br/tag/guardioes-do-mar/

https://www.hypeness.com.br/2020/01/bitucas-sao-maior-parte-do-lixo-em-praias-brasileiras/

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-01/bitucas-de-cigarro-sao-a-maior-parte-do-lixo-em-praias-brasileiras#:~:text=De%20acordo%20com%20o%20estudo,e%20borracha%2C%20metal%2C%20madeiras%2C


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo